Treinador defende posição de linha dura

5 de janeiro de 2012

Em entrevista ao site oficial do Clube, o comandante da categoria sub 18, Celso Spadoti, conhecido como Celinho, fez uma análise da vitória juventina sobre o Desportivo de Capixaba por 6 a 0, na tarde de ontem (04/01), em Jaguariúna.

“O primeiro tempo foi de estudo, pois não tínhamos conhecimento sobre o adversário, já no segundo, a gente posicionou melhor a equipe, que correspondeu muito bem, marcou seis gols e podia até ter feito mais, foi um bom jogo”, disse o treinador.

Quanto às expectativas para a próxima partida diante do Santos, da Paraíba, o técnico ressaltou:

“Temos que respeitar todos os adversários. Apesar de ter perdido para o Corinthians por 10 a 0, é um time mais forte que o Desportivo de Capixaba, vimos algumas jogadas, alguns jogadores interessantes, então não é porque perderam para o Corinthians, que a gente vai entrar em campo como quem já ganhou, vamos entrar conscientes, sabedores de que vai ser uma partida difícil, pois todos os jogos da Taça São Paulo são decisivos e é isso que a gente vai passar para os nossos jogadores: espírito de luta, de garra, de determinação, de aplicação da equipe, e não de individualismo”.

Questionado sobre a linha dura que adota com os jogadores, mesmo ganhando com um placar bastante favorável, ele não hesitou em responder: “a minha postura sempre foi essa, sou um treinador da famosa linha dura, por isso exijo que se respeite o adversário e que não se faça gracinha, se puder fazer muitos gols, faça, mas não hostilize ou menospreze o adversário, o atleta tem que jogar sério, nada de ficar caindo ou jogar “aguinha milagrosa”, isso aí não é comigo, eu gosto de jogador profissional, que seja mesmo profissional no sentido exato da palavra”, finalizou Celinho.

Juventus e Santos se enfrentam no próximo sábado (07/01), às 14h00, no Estádio Municipal Alfredo Chiavegato, em Jaguariúna.

 

Tags: ,

Arquivado em: Categoria de base, Clube, Futebol, Imprensa, Sub 18