Categoria de base: Juventus acerta transferência de dois atletas

11 de fevereiro de 2019
Foto: Divulgação Juventus

Foto: Divulgação Juventus

Na tarde desta segunda-feira (11 de fevereiro) o presidente do Clube Atlético Juventus, Domingos Sanches, se reuniu com os atletas Guilherme Liberato e Igor Silva para acertar a transferência dos jogadores para o Cruzeiro e Avaí, respectivamente.

 

Guilherme Liberato

 

Guilherme Liberato - Foto Marcelo Germano

 

Guilherme Liberato jogava na várzea, quando em 2015 ganhou uma oportunidade no Sub-14 do Juventus. O técnico era Marcel Barbosa, que depois acabou subindo para o Sub-17 e levou Liberato para treinar na categoria.

“Cheguei a jogar no Sub-17 e depois fui emprestado para Corinthians e Palmeiras, onde fiquei seis meses. Acabei voltando para o Juventus e fui disputar a Copa Paulista do ano passado. Após três jogos recebi a proposta do Cruzeiro, onde já estou há cinco meses. Agora eles resolveram me comprar”, contou Liberato que sempre se destacou nas categorias a cima da sua idade.

“Sempre me adaptei melhor em categorias a cima da minha. Quando eu ia jogar com os meninos da minha idade eu não ia bem. No Cruzeiro mesmo, quando cheguei joguei no Sub-17 e não tive boas atuações, depois subi para o 20 e consegui ir melhor”.

O volante chegou a pensar em parar de jogar futebol quando estava no Palmeiras. Retornou de empréstimo e o técnico da equipe profissional do Juventus, Alex Alves, integrou o jogador no grupo que disputava a Copa Paulista.

“Quando estava no Palmeiras pensei em parar de jogar futebol. Eu errava algum lance no treino e eles me xingavam, não tinham muita oportunidade. Eu pensava que se voltasse para o Juventus, para jogar com o Marcel (treinador) eu poderia recuperar a minha confiança. Voltei e fui treinar com o Alex (Alves) e ele conversou muito comigo. Quando cheguei me explicou que se eu fosse bem nos treinos ele iria me ajudar e isso aconteceu”.

“Quero muito agradecer o Marcel que abriu as portas e todos os treinadores que tive no Juventus. Eu não vou esquecer o que o Marcel fez por mim, ele é um excelente técnico, sempre está do lado do atleta”, concluiu Guilherme Liberato.

No Cruzeiro, o volante já chegou a treinar com a equipe profissional. Ele retorna para Minas Gerais no final do mês e tem o primeiro compromisso com o Sub-20 em março, pela Copa do Brasil.

 

Igor Silva

Igor - copa sp 2019 - marcelo germano

Igor é lateral-direito e chegou no Juventus em 2016 após começar em um projeto chamado Rainha Futebol Clube.

“O Marcel me deu a primeira oportunidade no Juventus. Ele me passou confiança, eu fui aproveitando e ele me inscreveu no Campeonato Paulista Sub-17. Acabei virando titular”, contou Igor.

O atleta defendeu o Juventus na Copa São Paulo desse ano e logo após recebeu a proposta do Avaí.

“Essa Copinha foi uma experiência incrível. Eu não estava sendo cogitado para jogar, ganhei a posição dois dias antes da estreia. Meus companheiros me deram muita confiança e eu pensei só em jogar futebol durante a competição”.

“Entrava em campo com o pensamento de ajudar a equipe, mas com os jogos percebi que eu estava me sobressaindo. Então poderia surgir alguma coisa. A proposta veio e eu estou muito feliz”.

O atleta se transfere para o Sub-20 da equipe de Santa Catarina com contrato profissional.

“É um clube que tem bastante visibilidade. Eles não contratam muito e apostam muito na base. Estou feliz e acredito que fiz uma boa escolha” falou.

O jogador ainda agradeceu o técnico Marcel, por ter acreditado nele e ter dado a primeira chance na equipe juventina.

“O Marcel sempre foi um pai pra gente. Ele não ensinou só futebol, ensinou a gente ser homem. Se não desse certo o futebol precisávamos ter dignidade na vida, ser um homem correto. Ele é muito justo”, concluiu Igor.

Tags: , , , , , , ,

Arquivado em: Categoria de base