Hipotireoidismo: endocrinologista do São Cristóvão Saúde esclarece dúvidas sobre a doença

30 de março de 2021

A Tireoide, glândula situada no pescoço, é responsável pela produção de hormônios reguladores do metabolismo, são eles o T3 (triiodotironina) e T4 (tiroxina). Quaisquer distúrbios na tireoide podem comprometer a saúde cardíaca, ciclos menstruais, capacidade de concentração, musculatura, intestino e humor, por se tratar de toda a parte hormonal.

Segundo o endocrinologista do São Cristóvão Saúde, Dr. Saulo Ribeiro, após a suspeita clínica do hipotireoidismo, o diagnóstico é confirmado por exames laboratoriais, onde é mais comum notar o TSH elevado e T4 livre baixo.

O hipotiroidismo é uma síndrome clínica, resultante da produção ou ação deficientes dos hormônios tireoidianos, que resulta na lentificação generalizada dos processos metabólicos. A doença tem como sintomas mais comuns a diminuição da força muscular, sonolência, intolerância ao frio, pele seca, voz arrastada, edema facial, ganho de peso, anemia e batimento cardíaco lento.

 Muitos pacientes são assintomáticos, sobretudo, aqueles com doença menos intensa ou de duração não prolongada.”

 O tratamento é feito através da ingestão do medicamento Levotiroxina e, na maioria dos casos, não tem cura.

 Sobre o Grupo São Cristóvão Saúde

Administrado pela Associação de Beneficência e Filantropia São Cristóvão, o Grupo São Cristóvão Saúde é constituído pelas seguintes Unidades de Negócio: Hospital e Maternidade Geral, Plano de Saúde, oito Unidades Ambulatoriais, Filantropia, Centro de Atenção Integral à Saúde (CAIS), Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP) e Hotel Recanto São Cristóvão, localizado em Campos do Jordão. Referência em saúde, na Zona Leste de São Paulo, a Instituição completou 109 anos em dezembro de 2020. Através da gestão administrativa dirigida pelo CEO/Presidente, Engº Valdir Pereira Ventura, tem sido promovida uma grande modernização e expansão em sua estrutura física e tecnológica, investido em equipamentos, certificações e profissionais qualificados. Atualmente, o Hospital e a Maternidade aumentou a capacidade de internação passando de 171 para 275 leitos, além das oito Unidades dos Centros Ambulatoriais, Centro Laboratorial Américo Ventura (CLAV) e do Centro de Atenção Integral à Saúde que realizam diariamente milhares de consultas, proporcionando qualidade assistencial às mais de 160 mil vidas do Plano de Saúde.

Tags:

Arquivado em: Diversos, Serviços