Com desfalques e sem Fahel na área técnica, Juventus enfrenta XV de Piracicaba

8 de maio de 2021

O Juventus volta a campo, neste domingo (09/05), para enfrentar o XV de Piracicaba, às 20h00, no estádio Barão da Serra Negra, na cidade de Piracicaba, em partida válida pala 13ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2.

O time grená, que vem de três derrotas consecutivas, tenta se recuperar na competição.

O treinador Fahel Júnior, contratado na terça-feira (05/05) para substituir Sérgio Soares, não comandou a equipe do banco de reservas na última rodada contra a Portuguesa (06/05) e, novamente, não poderá estar na área técnica diante do XV por conta ainda da regularização dos documentos.

“Contra a Portuguesa foi um jogo bem atípico para mim. É primeira vez que assumo uma equipe e não posso ficar na aérea técnica. Cheguei um dia antes da partida e não deu para trabalhar quase nada em termos de campo, mas conversamos muito com os atletas, elaboramos uma estratégia para enfrentá-la, mudamos algumas peças, fizemos um esquema com três zagueiros, conseguimos surpreender o adversário no primeiro tempo, em que fomos superiores e saímos com 1 a 0, mas, no segundo tempo, houve um desgaste muito grande da nossa equipe que acarretou alguns erros individuais, os quais ocasionaram os gols. Esses erros pesaram bastante, precisei fazer mudanças justamente pela carga de jogos que o time vem realizando. Às vezes, somos obrigados a fazer alterações não por ordem tática, mas sim física. Eu mudei os jogadores para fazerem uma função que outros que entraram também iriam fazer. Perdemos muito mais para nós mesmos do que para a Portuguesa, as chances criadas e os gols marcados pela equipe lusitana foram por erros nossos do que pela criatividade dela.”, disse Fahel.

Na preparação para o confronto com o XV, o treinador destacou que foi necessário corrigir as falhas mais na conversa do que propriamente no trabalho em campo, por não ter tempo de treinar, como também teve de dar ênfase no trabalho regenerativo para os atletas.

“Tivemos de dar prioridade na recuperação do desgaste físico e, infelizmente no jogo contra o XV, também não poderei ficar na área técnica o que prejudica muito, uma vez que corrigir no campo fica mais fácil do que da arquibancada. De dentro do campo, você toma as decisões mais rápidas do que fazer contato via telefone ou rádio para quem está no banco, isso dificulta muito a comunicação com os atletas, ainda mais na situação que o time se encontra”, afirmou o técnico juventino.

Além da impossibilidade de dirigir o time na área técnica, a dificuldade que o novo treinador também encontra são os desfalques que a equipe apresenta. Fahel não poderá contar com o meia-atacante Alvinho, que tem de cumprir mais dois jogos de suspensão, tão pouco com o zagueiro Nailson, expulso na última partida, os laterais Railan, que ainda sente um desconforto na parte posterior da coxa direita, e João Vitor, com lesão no tornozelo. Já Negueba e André Dias são dúvidas, pois, na partida contra a Portuguesa, o volante teve um trauma no joelho direito e o goleiro sentiu um incômodo no adutor da coxa direita. Os dois serão reavaliados antes do jogo.

O Moleque ocupa a décima segunda posição da tabela, com 13 pontos. Em 12 jogos, obteve 03 vitórias, 04 empates e 05 derrotas.

Fotos: Ale Vianna/ C.A. Juventus

Arquivado em: Sem categoria